Meu Perfil
BRASIL, Sudeste, RIO DE JANEIRO, Mulher, de 36 a 45 anos, Portuguese, English, Arte e cultura, Cinema e vídeo, poesia



Histórico


Votação
 Dê uma nota para meu blog


Outros sites
 UOL - O melhor conteúdo
 BOL - E-mail grátis
 Poetrix - Lílian Maial
 Lílian Maial - prosa & verso
 Poros e Cendais - Antoniel Campos
 Poesia Sim - Lau Siqueira
 Tábua de Marés - Márcia Maia
 Angela Bretas
 Ver-O-Poema


 
Sonetos - Lílian Maial


RUTILANTE

Lílian Maial

 

 

O sangue tem o apelo da poesia,

e o encanto do vermelho escreve o mote;

o tempo é derramado à revelia,

qual lenta hemorragia sem garrote.

 

Nos versos torturantes da isquemia

do peito, que necrosa a própria sorte,

lesando e debridando a fantasia,

o rútilo se impõe: serpente e bote.

 

Nas veias, a palavra soa branca,

circula, feito um glóbulo leucêmico,

na linfa impaciente do poeta.

 

Purpúrea pulsação que não estanca

a sede capilar de um verso anêmico,

melhor a transfusão que amor secreta!

 

 

***************

 

 



Escrito por Lílian Maial às 20h28
[] [envie esta mensagem] []




[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]